FATORES DE CRESCIMENTO NA ESTÉTICA | Manipura Farmácia de Manipulação

FATORES DE CRESCIMENTO NA ESTÉTICA | Manipura Farmácia de Manipulação

Fatores de crescimento são moléculas de sinalização envolvidas no processo de reparação da pele, sempre que esta sofre algum tipo de injúria. Quando ocorre um ferimento na pele, por exemplo, imediatamente essas moléculas são liberadas e iniciam uma complexa cascata de eventos celulares e moleculares para garantir a integridade do tecido.
Ao longo dos anos, diversos estudos na área de estética começaram a relacionar o uso dos fatores de crescimento para reparação da pele com sinais e marcas de envelhecimento ou para desacelerar o processo de envelhecimento natural da pele.
Dessa forma, através da liberação de mediadores químicos iniciada pela presença desses fatores na pele, ocorre a cicatrização e regeneração do tecido cutâneo, auxiliando no processo de rejuvenescimento.
 

Processo de envelhecimento da pele

 
A pele é composta por três camadas: Derme, epiderme e hipoderme.
O processo de envelhecimento da pele é contínuo e está relacionado a características intrínsecas (genética, metabolismo celular, dentre outros) e extrínsecas (radiação UV, tabagismo, poluição, por exemplo).
Dessa forma, o impacto desses processos fica evidente pela diminuição das características normais da derme e da epiderme, sendo que as mudanças visíveis na aparência da pele são fortemente impactadas pela estrutura da derme.
A derme é onde se encontram os fibroblastos, células que sintetizam o colágeno, molécula responsável pela resistência e elasticidade do tecido. Com o envelhecimento, a estrutura da derme fica prejudicada, bem como a síntese e deposição do colágeno, além de outras estruturas e processos celulares e moleculares.
Assim sendo, a pele envelhecida tem como característica principal a desorganização e diminuição da produção das fibras de colágeno, resultando em rugas, flacidez, perda do tônus e brilho.
 

Mecanismo de ação

São vários os fatores de crescimento envolvidos no processo de reparação da pele. Dentre eles, é possível destacar fatores de crescimento de transformação Beta (TGF-β) e fatores de crescimento derivados de plaquetas (PDGF), que mobilizam e recrutam fibroblastos para reconstrução da Matriz Extracelular (MEC), com aumento da produção e deposição de colágeno.
Além disso, há também os fatores de crescimento fibroblásticos (FGF), que aumentam a proliferação e ativam os fibroblastos, consequentemente estimulando a síntese de colágeno na derme.
 

Fatores de crescimento em cosméticos

 
Sabendo-se que o processo de envelhecimento da pele prejudica os níveis de fatores de crescimento naturais do organismo, bem como a atividade dos fibroblastos, diversos estudos foram realizados para verificar a eficiência dessas moléculas na melhora dos sinais do envelhecimento na pele.
Os resultados demonstraram eficiência no rejuvenescimento da pele, podendo chegar a 30% de melhora clínica na aparência da pele.
Isso se dá, porque a pele envelhecida fica mais fina e com a função de barreira prejudicada, dentre outros fatores, o que favorece a penetração dos fatores de crescimento quando em utilização tópica.
Em resumo, a utilização de fatores de crescimento em cosméticos é uma abordagem nova e que ainda necessita de mais estudos.  Entretanto, os resultados das pesquisas já realizadas pressupõem que esses ativos podem trazer benefícios quando utilizados de forma tópica, reduzindo os danos do processo de envelhecimento da pele.
 

Utilização em formas farmacêuticas

Os fatores de crescimento podem ser utilizados em creme, sérum, máscaras de hidrogel, soluções, dentro outros, facilitando a adesão do paciente ao tratamento.
Algumas sugestões de uso contemplam:

 
 
Referências Bibliográficas
OLIVEIRA, Letícia Peres. O uso de fatores de crescimento em cosméticos para rejuvenescimento da pele. 2010. 30 f. TCC (Graduação) – Curso de Farmácia, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2010. Disponível em: https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/70081/000777691.pdf?sequence= . Acesso em: 16/06/2020
PACHECO, M. dos S., & Reus, M. M. A Performance dos Fatores de Crescimento no Rejuvenescimento Facial. Riuni – Repositório Institucional, p. 1– 18. 2018. Disponível em https://riuni.unisul.br/handle/12345/5586  Acesso em 16/06/2020
VIEIRA, A. et al. Fatores de crescimento: uma nova abordagem cosmecêutica para o cuidado antienvelhecimento. Rev. Bras. Farm. 92(3): 80-89, 2011. Disponível em http://rbfarma.org.br/files/rbf-2011-92-3-1.pdf . Acesso em 16/06/2020